Regas do Jardim

A água é um elemento chave para o sucesso de um jardim e o seu uso requer um equilíbrio muito delicado - nem de mais, nem de menos. Todas as plantas necessitam de água para se manterem vivas e saudáveis. Em se tratando de plantas de jardim isto é ainda mais importante, para que a planta esteja sempre viçosa, com as folhas verdes , e as flores coloridas.  A irrigação no jardim, no entanto, não segue regras específicas. Depende das condições climáticas, da umidade no solo e da espécie de planta ornamental.Seja um jardim de flores ou de vegetais, a melhor hora do dia para regar é sempre de manhã. Se regar a meio do dia ou de tarde, será como não tivesse regado porque a água irá evaporar rápida e completamente. 

A forma mais eficaz de garantir um solo úmido é regar junto do mesmo, ou seja, em vez de espalhar água de forma superficial, na hora de regar posicione a mangueira ou o regador junto da terra. Desta forma, a água irá penetrar nas raízes das plantas, sem perder água por motivos de evaporação ou por escorrer para outras zonas do jardim. Nas épocas de maior calor, primavera e verão, a irrigação pode ser feita até duas vezes ao dia : de manhã bem cedo e no final da tarde. Na rega da manhã, deixa-se que a água atinja as folhas, sem exagero, para que a camada de poeira seja retirada, fazendo com que o verde se destaque. No outono, quando não há chuva, a rega poderá ser feita uma vez ao dia. No inverno, uma ou duas vezes por semana, dependendo da umidade presente no solo.  Áreas que recebem insolação apenas parte do dia, podem ter um número de regas menor. Em locais muito sombreados, a preocupação passa ser o excesso de água.